24.1.09

Sussurro no escuro

É claro que eu ficaria feliz com qualquer coisa que me contasse. Mesmo que em algumas delas estivessem pessoas q eu diria não ser pra você. O lance dos opostos, eu sei, e como se atraem.
Mas, sabe meu jeito, né, essa mania de subestimar as pessoas erradas. Talvez ele nao seja tão errado assim. Pra você. Nem sempre as coisas saem do jeito que imaginamos. Sonhamos? Por que querer mesmo estamos sempre querendo. Mas aí rola aquele lance de medo, de que tão me vendo, do que vão falar, de que não dá. O que eu to fazendo? Deixa pra lá.
Eu sei, eu entendo, nem precisa começar. Desisti, larguei mão. A gente nuna ia chegar até lá. Ou ia? Ia. Se eu to feliz? É, vou mandar um sim, ainda que nunca mais brilhem os olhos como daquela vez, eu sei que o coração tá batendo bem aí dentro. E se isso te fizer sorrir eu repito o feito.
Na torcida lá em cima já tá tudo pronto, mas eu sei que o jogo é sempre uma caixinha de surpresa, aliás, é tensão até os 47 do segundo. Em dois tempos, pra não esquecer. Driblei o embaraço e tô no campo com você. Com a mesma camisa. Pra fazer bonito ein, até o final sem deixar que ninguém caia. Tô no mesmo lema: já me joguei!

2 comentários:

cibelis disse...

e COMO se atraem

natalia osti disse...

hum ok? depois a gente precisa conversar mto sobre esse texto!