21.1.09

Desculpa, amor

"Desculpa amor, mas essa noite eu não vou te ver".
Foi no carro indo pra casa, talvez tenha sido a música que tocava.
Ela dizia algo sobre ser feliz.

Acabei pensando em mim. E em você.

Faz tanto tempo que eu não vou por aí sem razão, sem horário, com vontade.
Faz tanto tempo que você não vê a rapaziada, não joga uma pelada, não bebe uma pra esquecer.
Não, eu não vou terminar.
Eu sei o quanto é bom te amar, mas só por hoje eu não vou me comportar.

Desculpa, amor.

2 comentários:

natalia osti disse...

só por hj???

sei não viu

cibelis disse...

afinal, você tem que saber o que sente;