2.4.11

Ressaca Moral

O pior é saber que tudo que vem de você não é de verdade.
Esse olhar, essa falsa delicadeza na voz, o cuidado com as palavras.
Não passa de um jogo de mentiras. Que eu aprendi a jogar.

Puro ilusionismo!

Justo comigo que jogo do lado da verdade. Que preso pelo que vem de dentro. O que faz chorar.
E logo com você que nem sabe o que é isso. Essas coisas são assim mesmo. Acontecem sem querer.

Pra você tanto faz. Esse é que é o problema.
Tanto faz pra mim não rola.
Ou uma coisa ou outra.
Tudo que é errado demais pende pro caminho do exagero.
E enjoa.
Faz mal.
Dói.

Tá querendo enganar a quem, pela milésima vez?
Você até consegue por um tempo alguma coisa. Domina o game do irreal.
Aquilo que não tem cor.
Isso é manipular. De fora.
Caminho certo pra mentir. Correndo na trilha do ninguém.
Em linguagem popular: tremendo filho da puta.

Que faz bem. Que acalma.
Tem presença.
Só não sabe o significado do real.
Não leu o dicionário dos sentimentos.
Se perdeu. De novo.

E a gente cai.
Porque a gente gosta.
Por que nós é que somos de verdade.

É pura sedução. Ataca sempre a noite.
Te leva pra cama e no acordar, cadê?
É essa a sensação de ter você: ressaca moral.

Hoje pesou. Fez pensar.
Tá latejando.

2 comentários:

Mirela Leme disse...

Que ótimo isso! Vou postar no facebook. Serve para algumas (duas) pessoas que conheço. Será que você também as conhece? Pior que acho que não, mesmo.

Heca disse...

não conheço, pipi. Utilize, divulgue, reposte. Vamos atingir a todos. bjs