19.2.10

Dezfina-se

(em 10 segundos, 10 frases, 10 dias, 10 vezes)

De Heca me chamam desde sempre. Poucos sabem que por Hellen atendo também. E isso não se limita só à minha mãe. Meu cabelo já foi vermelho crepon, loiro acinzentado e branco Adriane Galisteu. Hoje responde por curto virgem, mas é conhecido pelos quatro cantos das casas dos outros por emo descarado! Rotular não é pra mim. No caso de insistência, um Black Label, por favor.

Eu não sei cantar e sou soprano. Não sei tocar e prefiro acordes com nona. Não componho e amo escrever. Descobri a dança tarde, e mesmo assim dancei no melhor ballet da tv. Jornalista nas horas vagas, brinco de mãe no dia-dia. Guardo segredos, vivo de sonhos e caída por São Paulo me apaixonei pelo Rio de Janeiro.
No meu mundo Thundercats é desenho, Polegar é boyband e quem reina é a Xuxa. Papai Noel não tem vez e eu não quero falar sobre isso. Mas gosto do Natal.
Meus filhos tem nome sem eu pensar em casamento. Carrego uma saudade eterna e uma paixão recolhida. Amigos são meus mestres, quem admiro e faço valer a pena cada centavo no bar. O piercing no nariz pede uma tatuagem meia manga.

Sou estranha para alguns, um tropeço lá em casa.
Tenho uma ideia de quem sou.
Assim me (re)faço, no amanhã me transformo.

2 comentários:

X disse...

Hey Hellen, eh ateh estranho te chamar assim.Te considero uma amiga,apesar de nao conversarmos muito...ja q as suas amizades valem cada centavos no bar; vamos tomar um Jack Daniel's, pois eh melhor q black label na minha opniao.Acho q eh isso q teria a comenta contigo hj.....beijo ;**

Heca disse...

então revele-se. estou esperando!